Responsável pelo maior número de ressonâncias de SP, CIES não tem fila para o exame

O CIES Global é a instituição que faz o maior número de ressonâncias magnéticas no SUS pela Prefeitura de São Paulo. No último mês de junho, o Ambulatório de Especialidades Santo Amaro e a Unidade Rebouças foram responsáveis por 2520 exames, o que representa quase 30% das ressonâncias realizadas pelo município (8639).

Ao longo dos meses, o CIES tem aumentado a capacidade para atender à demanda dos pacientes da capital paulista e alcançou a meta de não ter fila de espera: assim que as unidades de saúde do município solicitam, temos capacidade de realizar o exame. Em abril, quando o CIES se tornou a instituição que mais realiza o exame no SUS da Capital, foram feitos 1257 (16,6% do total). Seis meses depois, a capacidade mais que dobrou, e em setembro foram abertas mais de 3300 vagas de ressonância.

O crescimento vem de um trabalho contínuo. Um dos principais motivos foi a inauguração, em maio, da Unidade Rebouças, dedicada exclusivamente a este exame. Naquele mês, foram realizadas 1635 ressonâncias nas duas unidades (20% do total de SP). Em comparação, em um ano, o CIES teve um aumento de mais de 600% no número de ressonâncias.

O mês de setembro trouxe uma nova configuração das agendas, o que aumentou o número total de vagas em 700. O AE Santo Amaro, inclusive, passou a funcionar em novo horário (de segunda a sábado, das 7h às 22h) para atender a população.

Se o paciente tiver indicação médica para a realização do exame, pode solicitar encaminhamento para as unidades do CIES. A ressonância magnética é um exame de diagnóstico por imagem que utiliza um campo magnético. Ela gera uma imagem de alta qualidade e definição que permite analisar em detalhes anormalidades do organismo sem a realização de cirurgia.