O CIES Global foi parceiro da primeira edição do Festival de Inovação e Impacto Social (FIIS), ocorrido de 2 a 7 de novembro de 2018, em Poços de Caldas (MG). Como um dos protagonistas do evento, a equipe CIES realizou atendimento do Programa Médico Preventivo (PMP) em uma Carreta da Saúde enviada ao local. Cento e vinte vagas foram ofertadas, sendo metade para as Unidades Básicas de Saúde do município encaminharem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Nossos representantes também discutiram em painéis sobre Saúde, Inovação e Impacto Social diante de centenas de participantes.

 

Confira abaixo os destaques de cada um dos dias

4 de novembro de 2018

A gerente de Inovação e Parcerias, Deise Hajpek, representou o CIES Global no Painel Água e Saneamento: tecnologias sociais testadas e aprovadas, mediado pela jornalista Patrícia Pamplona, da Folha de São Paulo. Deise abriu a discussão apresentando dados oficiais de problemas de saúde e relacionados à falta de acesso a água tratada no mundo e o quanto isso custa para o mundo e para a pessoa que passa por essa situação. “O grande desafio é conseguir enxergar as potencialidades locais e incorporar as comunidades para que as iniciativas consigam se sustentar. As soluções têm que ser acessíveis a todos. Às vezes, até a tecnologia avançada pode ser um empecilho”.

Ao ser indagada se a situação de saneamento básico no Brasil poderia ser melhorada, Deise se mostrou otimista, desde que haja apoio e união. “Acredito que nós temos condições, sim, para mudar esse cenário. E há vários empreendedores com ideias ótimas. Só que essas soluções precisam de apoio, investimentos, bancos e se integrarem no que for possível, mesmo com atuações diferentes. Essas iniciativas são os braços para mudar uma sociedade”.

5 de novembro de 2018

Equipe do Programa Médico Preventivo (PMP) se preparou cedo para atender os 60 pacientes agendados para o dia. Desses, 30 são participantes do FIIS e a outra metade são moradores da cidade encaminhados pela Central de Regulação. A mesma ação aconteceu no dia 6 de novembro.

A voluntária do Graac Maria Alice Pagotto contou como foi a experiência. “Fiquei sabendo da atuação do CIES Global em uma palestra aqui do FIIS e achei muito interessante. Essa foi a primeira vez em que fui atendida em uma Carreta da Saúde. E fui muito bem atendida pela equipe. Agora sei como está minha saúde e o que tenho que fazer para evitar alguns problemas”.

O fundador e atual diretor executivo do CIES Global, Roberto Kikawa, foi convidado para o painel Saúde para quem precisa, conduzido pela jornalista da Folha de São Paulo e coordenadora do Prêmio Empreendedor Socioambiental, Eliane Trindade. A mediadora pediu para Roberto explicar um pouco do que é o CIES Global e o que seria o “hospital Lego”.

Roberto contou a nossa história, falou sobre os países de atuação, próximos passos e o “hospital Lego”. “Imagina que com contêineres de tomografia, de endoscopia, de ultrassonografia, entre outros exames e especialidades médicas, a gente consegue ter um hospital mobilizável, montável e desmontável, explicou.

Ao ser questionado sobre os desafios do processo de internacionalização, Roberto comentou sobre as particularidades e como tem sido o trabalho. “É um processo desafiador porque uma coisa é passear no país e outra coisa é a gente morar e outra é a questão cultural. Saúde abrange a necessidade de dialogar com os agentes locais. Para isso, devemos entender 3 pontos: a sociedade. Como é lá culturalmente, quais interações; o segundo é entender o governo. É preciso entender a política, como aqui no Brasil a gente tem que entender o SUS; O terceiro é que não dá simplesmente para exportarmos o que sabermos no Brasil. Devemos verificar o que pode ser internacionalizado, no processo, e o que tem que ser adaptado. Lá nos EUA, por exemplo, os dados são diferentes. Se não houver esses três pilares, não dá para internacionalizar. O médico é diferente, o paciente é diferente, a maneira de falar com o paciente é tudo muito diferente”.

6 de novembro

Além dos atendimentos do PMP na Carreta da Saúde, o dia 6 de novembro foi marcado pelas entrevistas às redes de televisões locais. A EPTV, filiada à rede Globo, apresentou o funcionamento da carreta em link ao vivo. À TV Folha (Folha de S. Paulo), Roberto Kikawa contou a história do CIES, o que o motivou a fundar a organização, os principais dados de impacto e quais os próximos passos previstos para expansão. A TV Plan (TV Brasil) e a TV Poços (Rede Minas) também mostraram o atendimento na carreta e conversaram com o fundador e moradores atendidos na carreta encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde da cidade.

O FIIS

O Festival de Inovação e Impacto Social (FIIS) teve como objetivo promover a troca de experiências entre empreendedores socioambientais, empresários, imprensa e demais profissionais engajados em causas sociais. Houve apresentações de casos de sucesso e discussão sobre as novas projeções da área.

 

 

 

Equipe CIES Global