Em menos de um ano, mais de 25 mil pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) em São Paulo foram atendidos em dez carretas da Ong Cies Global. A organização adquire e administra unidades móveis que recebem pacientes encaminhados de UBS. Entre os meses de março e dezembro de 2017, foram entregues ao programa “Doutor Saúde” dez novas carretas.

Sobre esse assunto, o repórter Cid Barboza conversou com o presidente da entidade, Roberto Kikawa. Ele explicou como o atendimento funciona. “O atendimento é realizado em três frentes. A primeira é o programa Doutor Saúde, em parceria com a Prefeitura de São Paulo, e que tem como foco o atendimento, principalmente, na promoção junto às unidades básicas e fazendo a prevenção em várias frentes – saúde do homem, saúde da mulher, saúde cardiovascular, saúde do idoso. Enfim, com mais de 12 especialidades sendo realizadas em carretas que circulam na região periférica da cidade”, destaca. “Depois disso, temos o setor do diagnóstico, junto com o programa Hora Certa Móvel, em que fazemos os exames diagnósticos. E também realizamos as cirurgias em Hospitais Dia, alguns deles móveis e outros em estruturas modulares”, acrescenta.

No ano passado, a população foi beneficiada com as carretas Vascular, de Oftalmologia, de Saúde do Homem, de Tomografia, de Coloproctologia, de Dermatologia, de Saúde da Mulher, de Gastroenterologia, de Saúde do Idoso, e de mais um ônibus para a especialidade Oftalmolgia. Estão em fase de finalização as unidades de Odontologia e de Saúde do Trabalhador.

Para receber atendimento em uma das unidades do Cies Global, os pacientes devem ser encaminhados pela Central de Regulação do SUS, depois que passam por consulta em uma Unidade Básica de Saúde. O serviço é gratuito.

As carretas são distribuídas pela cidade de acordo com a demanda da região e ficam nos locais, em geral, de dois a três meses. Mais informações no site www.ciesglobal.org

Confira mais na reportagem nos áudios no topo da página. Basta clicar os botões play.

Fonte: Rádio Capital